Avançar para o conteúdo principal

Maio, Chuva e Pão de Banana


Este Maio veio assim um pouco estranho. Ora uns dias sol e calor, ora outros chuva, frio e vento louco.
Honestamente, gosto dias assim, mas para ficar em casa a preguiçar. E sexta-feira foi um desses dias.
De manhã, fui tosquiar o meu peludinho T., na esperança que ajudasse a chamar o calor, e ainda fui até ao ginásio.
De tarde, optei por dar o descanso merecido ao corpo e não saí do sofá. Se a minha preguiça já era grande, o T. e o S., ajudaram que ela ainda fosse maior.
Porém, um ratinho desconsolado começou a refilar no estômago e eu fiquei sem saber o que lhe dar. Não queria estragar o que fiz de manhã em GAP, nem tinha "porcarias" em casa (estou uma pessoa muito controlada e ajuda imenso morar sozinha).
Inicialmente, pesquisei por bolos saudáveis, só que, ou era tudo com ingredientes que não tinha ou com chocolate, e eu não gosto. Já a pensar que o ratinho lá se tinha de se contentar com umas tostas de milho e chá, lembrei-me que há uns tempos vi algures no Instagram um Pão de Banana. Soou-me saudável, tinha bananas, tinha tudo, e lá fui pelo Google fora pesquisar uma receita.
E encontrei-a aqui. Acrescentei mais umas especiarias, como gengibre, noz-moscada e ficou fantástico.
Antigamente não me acreditava que o saudável podia ser saboroso, mas felizmente comprovei que uma alimentação saudável e equilibrada é bastante saborosa.

Um bom fim-de-semana!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tempo

Temos pressa do tempo.
Pressa para ir aqui ou acolá.
Pressa para que chegue aquela hora ou aquele dia.
Pressa que o tempo nos cure.
Pressa de tudo e de nada que até nos esquecemos de saborear o que o tempo nos dá enquanto não se apressa.
Eu tenho pressa que o tempo passe, não sou diferente dos outros. E adorava saber ter calma e aproveitar os minutos lentos. Talvez um dia o venha a saber, quem sabe,
Sei que num coração partido, o tempo é o melhor amigo como também nos traz uma impaciência por ser demasiado lento.
Há dias melhores, há dias piores, mas os melhores são sempre aqueles que nos abstraímos do tempo e saboreamos o que a vida nos dá, mesmo sendo nas pequenas coisas.
Portanto, que 2017 me traga a sabedoria para apreciar o que o tempo demora a trazer, para no fim, dar-lhe valor.

Note to myself

E hoje...

...sorrio. Não porque estive contigo, mas porque já não quero estar contigo.
É o fechar de um ciclo.