Avançar para o conteúdo principal

Favoritos do momento



Nem sei bem por onde começar. Talvez pelo creme de rosto que é por onde começa a maquilhagem, depois de limpo o rosto. 
Confesso que actualmente estou a usar a linha quase completa da Cosmia, marca própria do Jumbo, para peles secas e sensíveis e estou a gostar bastante. Nenhum dos produtos me faz arder o rosto, nem os olhos. Só me faltava mesmo o creme e quando um dos meus amados gatos partiu o que tinha, acabei por comprar este e até à data estou a gostar bastante. Além de sentir a pele hidratada, também parece que dá um certo glow ao rosto e eu, como todas as peles secas, bem preciso.
O Primer da Primark, que apenas custou 4€, também foi uma boa surpresa. Como é óbvio inicialmente tive um certo receio, porque era barato e não sabia se seria prejudicial para a pele. Tenho o Primer da Benefit, e é óptimo, mas a minha pele não necessita de um primer como este, pois não tem ponta de oleosidade, nem quase poros. Só o uso para ocasiões extremamente importantes. De volta ao da Primark, deixa a pele com uma certa luminosidade, óptimo para peles secas.
Accord Parfait, L'oreal, foi uma bênção, pois encontrar bases para peles secas não é nada fácil. A verdade é que o nosso mercado está mais vocacionado para peles oleosas e mistas, do que para peles secas, pelo menos no mercado mais acessível. Esta não dizia que era só para peles secas, mas como estava em promoção e eu já estava por tudo, arrisquei e arrisquei bem, pois a minha pele dá-se lindamente com ela e até parece que não estou a usar nada. É assim que gosto da base, com cobertura média e imperceptível. Antes desta, estava a usar uma da Benefit (bem mais cara) ou a Fit Me! da Maybelline, especialmente para peles secas, contudo esta última trouxe da Alemanha e o número não existe em Portugal.
O iluminador da Primark, tal como o primer e a paleta de sombras, foi algo que me surpreendeu muito. Ele é simplesmente lindo, custa 3,50€ e existem em mais cores. Por isso, aproveitem! Corram para a Primark! Já as sombras da paleta Nudes, têm uma pigmentação extraordinária para o preço que tem: 6€. É o preço das individuais da Inglot. Claro que são coisas diferentes, mas funcionam muito bem.
Em relação às sombras da Inglot, acho que nem vale a pena alongar-me. São óptimas, têm bastante pigmentação, não caem quase nada e estas são as que uso mais nesta altura do ano. Tenho outras, todavia ainda não me decidi a comprar uma paleta maior para juntá-las todas.
 O bulsh é o Terracotta 26 da Flormar e qualquer blush desta linha deles é lindo e apetecível. Custam 14.99€, porém duram uma vida.
Finalmente, o desmaquilhante bifásico da Maybelline que é fantástico, visto que elimina muito facilmente a maquilhagem de olhos. Antes usava o do Lidl, porém demorava eternidades a retirar a maquilhagem e a minha experiência com outros bifásicos não foi a melhor, pois todos me faziam arder os olhos.  


E vocês usam algum destes produtos?

Comentários

  1. Eu também já experimentei os iluminadores da Primark e só tenho coisas boas a dizer!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Porque o vosso comentário vale mil sorrisos!

Mensagens populares deste blogue

Novidade Fresquinha e um Bom Fim-de-semana!

E a novidade é que arranjei trabalho. Não o que queria, mas para já é melhor do que estar em casa.  Continua a ser em shopping, porém um pouquinho melhor de onde estava anteriormente. Ao menos tenho um fim-de-semana por mês, onde aquecer o almoço/jantar e sem horários estranhos de duas horas de pausa e mais de 10h enfiada no trabalho.
Agora é continuar a procurar algo ainda melhor e em Setembro regressar aos estudos.
Um bom fim-de-semana!

Boa semana #2

Semana de recomeçar os treinos, após meses parada e de ir visitar os pais à aldeia. Coisas simples, mas boas (provavelmente, depois de treinar não vou dizer isso)!
Uma feliz semana!

Desabafo #2

Em momentos de aflição, nós, humanos, temos a tendência de rezar a um Deus que nem sabemos se existe. Ou pelo menos, eu não sei se existe ou se acredito.
Também não quero ser hipócrita de me lembrar Dele, seja Ele quem for, em momentos de desespero ou porque preciso de algo.
Contudo, às vezes gostava de acreditar e a ajoelhar-me ao lado da cama e falar com Ele, mas não consigo. Acho que ainda me faz falta essa fé, que ainda aos 29 anos, luto por isso.
Enquanto isso, falo para o ar ou para o meu avô que acredito que esteja sempre presente, pelo menos no meu coração está, em busca de sábios conselhos ou apensas uma luz no fundo do túnel.
Não sei se resulta ou não, vou acreditar que sim, mesmo sem resultados iminentes, pois naqueles dias mais difíceis faz-me sentir ligeiramente melhor.