Avançar para o conteúdo principal

Esta tirou-me do sério!


Acredito que ser vendedor porta-a-porta não seja a profissão ideal, contudo não dá a liberdade de ser arrogante. Afinal, se estamos a trabalhar é porque necessitamos do dinheiro e não é com vinagre que se apanham moscas.
Hoje, tirou-me do sério, um dito vendedor de um produto de limpeza milagroso que lava tudo e mais alguma coisa e que custa acima dos 70€, não aceitou um não e pegou na garrafinha do produto e saiu porta fora batendo-a com uma força louca.
Apesar de não querer o tal produto naquele momento (e não vou querer em momento nenhum, mas não interessa), poderia vir a ser uma potencial cliente que ele perdeu por falta de profissionalismo.



Comentários

  1. Ui quantos ha assim...Ouvem um não aqui outro ali e passam-se da cabeça em frente aos possiveis clientes...só têm a perder com isso...

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Está tudo dito: falta de educação e falta de profissionalismo!

    ResponderEliminar
  3. Há pessoas mesmo mal educadas, enfim! Como se fossemos obrigados a comprar o que não queremos!

    ResponderEliminar
  4. Isso era coisinha para fazer uma queixa!

    ResponderEliminar
  5. Há pessoas que não aceitam um não, mas para vender directamente ao publico, primeiro têm de ter humildade...que raio de vendedor esse.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Porque o vosso comentário vale mil sorrisos!

Mensagens populares deste blogue

Desempregada!

E a partir de hoje, estou oficialmente desempregada, sem saber como ocupar o tempo e com receio da rejeição e de se tornar uma situação a longo prazo.
No outro dia, quando fui tomar café com a minha melhor amiga, que está na mesma situação, ela alertou-me que vai haver dias bastantes complicados, em que colocamos tudo em causa, porque recebemos rejeições ou nem sequer somos contactadas para entrevistas.
Antes de ficar desempregada, já andava a ver outras opções e cheguei a ir a entrevistas. Contudo, as respostas foram sempre negativas, só que na altura não dava tanta importância, pois afinal estava empregada, mesmo estando insatisfeita.
Isto é algo completamente novo para mim, nunca estive assim parada sem ter nada em vista e, sinceramente, começo a "panicar" um pouco. E se ponderei cancelar a inscrição do ginásio por abrir, para reduzir custos, decidi ver um mais em conta e que já esteja a funcionar. Ao menos por duas ou mais horas estou fora de casa e exercito os meus joe…

Note to myself

A minha vida numa música #2

Têm sido uns quantos dias maus.
Trabalhar com o público tem destas coisas e nunca estamos mentalizados que anda muitas pessoas doidas varridas que não se importam de colocar o trabalho de uma pessoa em risco.